fbpx

Desparasitação Externa

Desparasitação Interna

Desta vez vamos falar sobre a importância de desparasitar externamente o seu cão (e gato) e o risco que estes podem correr quando se encontram desprotegidos contra ectoparasitas.

Os ectoparasitas são artrópodes que geralmente habitam o pêlo, pele e conducto auditivo do seu animal. Há uma grande variedade destes parasitas, os principais são carraças, pulgas e mosquitos. As patologias que estes podem transmitir têm grande importância no seu bem estar, podendo até em muitos casos fatais.

De uma forma genérica, estes parasitas apesar de serem vectores de uma série de patologias, podem também causar alterações cutâneas, reacções alérgicas e até anemia.

Abaixo as possíveis doenças e seu impacto clínico:

CARRAÇAS: Anaplasmose (trombocitopénia – diminuição do número de plaquetas, levando a alterações graves na coagulação); Babesiose, mais conhecida como “Febre da Carraça” (febres altas e anemias graves devido à destruição dos glóbulos vermelhos); Erlichia (trombocitopénia marcada com hemorragias graves, sendo comum sangramentos nasais) ; Doença de Lyme ou Borreliose (alterações articulares inflamatórias e doença renal); Hepatozoonose (febre, corrimento nasal e anemia).

PULGAS: Dypilidium caninum (parasita intestinal que conduz a distúrbios intestinais).

MOSQUITOS: Dirofilariose (patologia cardíaca e alterações circulatórias) e Leishmaniose (doença renal grave e alterações cutâneas).

A prevenção é fundamental para evitar que o seu animal seja “invadido” por parasitas e consequentemente possa vir a padecer de algumas destas doenças. O período de maior risco de contágio está compreendido entre os meses de Abril e Outubro, contudo deverá ter o seu animal correctamente desparasitado todo o ano e evitar que este ande por zonas de vegetação densa. A febre da carraça, por exemplo, é mais comum no Inverno, com chuva e frio!

Não deixe o seu animal correr riscos desnecessários, tenha uma atitude preventiva, desparasite-o já!

Existem várias opções desde comprimidos, coleiras e ampolas. Informe-se connosco.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *